[Resenha] Mentirosos

20 novembro 2017

Mentirosos
Autora: E. Lockhart
Editora: Seguinte
Número de páginas: 272
Onde comprá-lo: Amazon

Sinopse: Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira. Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence – neta primogênita e principal herdeira –, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido... até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.


Cadence Sinclair Eastman é nossa grande protagonista e narradora da história. A família Sinclair é tida por muitos como perfeita. Mesmo que tudo esteja desmoronando por dentro, por fora tudo parece impecável. E segue tudo assim até que acontece o tão temido acidente. 

[Resenha] O Garoto do Cachecol Vermelho

18 novembro 2017

O garoto do cachecol vermelho
Autora: Ana Beatriz Brandão
Editora: Verus
Número de Páginas: 294
Onde comprá-lo: Amazon

Sinopse: Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance. Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.

Sempre que vejo um livro de um autor ou autora nacional, minhas expectativas sempre são altas e em O garoto do cachecol vermelho não poderia ser diferente. Primeiro porque julguei o livro pela capa sim, pensei que tamanho capricho devia ter por trás uma boa história (no mínimo). E minha intuição não falhou.

[Resenha] Pegando fogo

03 novembro 2017

Pegando fogo
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 224
Onde comprá-lo: Amazon

Sinopse: Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão. Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela – e já estão várias jogadas à sua frente.


Nan nunca teve o prazer de ser amada. Começou com seus pais, que a rejeitaram. Seu irmão logo encontrou uma mulher que a chamou de sua. E o único cara que ela havia realmente gostado, Grant, estava com sua meia-irmã. A necessidade por atenção e uma grande carecia fizeram com que ela encontrasse em Major seu porto seguro.

[Informativo] Recadinhos!

02 novembro 2017

Oi pessoal, tudo bem com vocês?

Logo voltaremos com o resultado do nosso TOP COMENTARISTA de Outubro, mas hoje viemos dar um outro recadinho...


Em novembro o blog faz aniversário. 2017 é nosso sexto ano no ar e, como em 2016 nós acabamos nem comemorando, vamos fazê-lo em grande estilo!

Dentro dos próximos dias traremos promoções mega especiais para vocês! Então não percam!

Dia Nacional do Livro

29 outubro 2017


Dia Nacional do Livro é comemorado anualmente em 29 de outubro.

A data celebra uma das invenções mais enriquecedoras do ser humano: o livro!

O livro pode ser uma fonte inesgotável de conhecimento, transportando os leitores para os lugares mais espetaculares da imaginação humana, além de informar e ajudar a diversificar o vocabulário das pessoas.

Os livros surgiram há centenas de anos e, desde então, continuam maravilhando as gerações com contos fantásticos e registrando os principais acontecimentos da história da humanidade.

Origem do Dia Nacional do Livro

O Dia do Livro surgiu em homenagem à fundação da Biblioteca Nacional do Livro, em 1810, pela Coroa Portuguesa. Na época, D. João VI trouxe para o Brasil milhares de peças da Real Biblioteca Portuguesa, formando o princípio da Biblioteca Nacional do Brasil (fundada em 29 de outubro de 1810).

Vale lembrar que o Brasil começou a editar seus próprios livros ainda em 1808, quando D. João VI fundou a Imprensa Régia. O primeiro livro a ser editado foi "Marília de Dirceu", do escritor Tomás Antônio Gonzaga.